Espaço 104 recebe mostra Horizontes Periféricos

A Mostra de Cinema, que será realizada dia 21 de abril, contará com as 09 produções realizadas durante os cursos do projeto

O Horizontes Periféricos apresenta resultados da 1ª e 2ª edição do projeto em uma mostra de cinema realizada no Espaço Cultural CentoeQuatro. Como contrapartida da Lei Municipal de Incentivo a Cultura, serão apresentados 09 filmes produzidos ao longo do projeto. A mostra será realizada no dia 21 de abril, com sessões a partir das 20:30h, no Espaço Cultural CentoeQuatro localizado na Praça Rui Barbosa, Praça da Estação, nº. 104, Centro (entrada pela Avenida do Contorno) - Belo Horizonte/MG, com entrada gratuita.

Sobre o projeto - Horizontes Periféricos foi realizado com recursos do Fundo Municipal de Cultura, da Fundação Municipal de Cultura. A metodologia reuniu ensino e experimentação audiovisual em diversas regionais da cidade. Ao todo, foram realizadas duas edições do projeto com 11 temporadas e 25 cursos gratuitos de cinema, nos 15 Centros Culturais da capital. Foram 900 inscrições para 450 vagas e 66 filmes produzidos.

Os cursos mesclavam teoria e prática, com assuntos como teorias do cinema e da web, produções digitais, captura e gravação de imagens, técnicas e gêneros audiovisuais. O idealizador e coordenador do projeto é o cineasta e professor, Sérgio Vilaça. O projeto ofereceu todo o suporte técnico, equipamentos HD, gravação e edição dos vídeos.

Filmes da programação Mostra Horizontes Periféricos

“Vila Aeroporto”
No entorno de um aeroporto, o imaginário de um menino que convive diariamente com aviões pousando e decolando sobre usa cabeça sem nunca ter entrado em um deles. Um documentário sobre o desejo de voar.
Direção Coletiva: Daniel Ribeiro de Melo, Danilo Vilaça, Fabiano Mendonça, Janaína de Andrade, Matheus Roedel.
Professor: Marcos Pimentel
Duração: 8:24

“Domingo”
Sonoridades televisivas dos tradicionais domingos brasileiros se materializam e contrastam com a exuberância de um dos lugares mais populares e bonitos cidade de Belo Horizonte.
Direção Coletiva: Elaine do Carmo, Graziella Luciano, Maurício PC e Sérgio Vilaça
Professores: Cláudio de Oliveira e Sérgio Vilaça
Duração: 12:38

Artolândia
Pedreira Prado Lopes, A PPL, 142 quilômetros quadrados e cerca de 10.000 habitantes. Nos seus morros, becos e ruas estreitas, encontram-se pessoas que anseiam por mais uma dose. São seres muitas vezes invisíveis na sociedade que precisam de alguma forma desencadear o conflito humano. Na PPL encontram-se pessoas envolvidas com um produto de rápida absorção e vício imediato...
Direção Coletiva: Bruno Silva, Gabriel Leal, Guilherme Pacheco, Júlio César Borges, Lucas Alex, Marcos Chagas, O Ornelas, Paty Miranda e Themis Lobato.
Professor: Alvimar Braga
Duração: 16:30

“Galeria do Rock”
Através de depoimentos de pessoas que trabalham e frequentam a Galeria do Rock de Belo Horizonte, conhecemos um pouco mais desse lugar que encanta e inspira diferentes gerações de belohorizontinos a mais de 20 anos.
 Direção Coletiva: Antonina Francisca, Maria das Graças Lana, Nara Luisa Xavier, Natasha Vianna, Nathanael Medeiros, Rafael Penchel D’Aprarecida e Rodrigo C. Michel.
Professor: Filipe Chaves
Duração: 24:15

“Futebol e Sonhos”
Os times infantis comandados por Robertão (Santa Lúcia) e João Baiano (Bonfinense) se enfrentaram na Barragem Santa Lúcia, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, em partida válida pelo campeonato amador da categoria. Seria mais um jogo de várzea entre garotos, mas, é muito mais que isto. É um embate entre a dificuldade e o sonho.
Direção Coletiva: Alvimar Braga, Alysson Faria Costa, Fabiano Mendonça, Fábio Marcelino, Graziella Luciano, Gustavo Felix, Josué Benvindo, Jussara Assis e Sérgio Vilaça.
Professores: Marcos Pimentel e Sérgio Vilaça
Duração: 22:27

“Bar do Caixote”
Este documentário apresenta a história de um espaço folclórico do Bairro São Geraldo: O Bar do Caixote. Entre os personagens que nos são apresentados, somos também convidados a conhecer a irreverente história de Jorge, proprietário deste bar e de sua companheira Edna.
Direção coletiva: Carlos Henrique Rodrigues, Fernando de Souza Melo, José de Paula Filho (Capitão), Kennedy Aureliano, Rafaela Lima, Rildo César Souza, Sueli Aparecida Santana, Vanessa Duarte.
Professores: Graziella Luciano e Sérgio Vilaça
Duração: 13:23

“Qual a sua Estação?”
O documentário apresenta, através de depoimentos e críticas, o cotidiano dos usuários de ônibus. Aborda assuntos como o individualismo, o isolamento das pessoas em meio à multidão e a falta de respeito e desprezo em relação aos outros usuários do transporte público.
Direção Coletiva: Camila Furtado, Felipe Anselmo Almeida, Leonardo Correa Dias e Marcos Ribeiro.
Professores: Aretha Galego e Rodrigo Brant
Duração: 12:21

“Reterritorializações”
Desde a origem, o território nasce com uma dupla conotação, material e simbólica, pois etimologicamente aparece tão próximo de terra-territorium quanto de terreo-territor (terror, aterrorizar), ou seja, tem haver com dominação (jurídico-política) da terra e com a inspiração do terror, do medo – especialmente para aqueles que, com esta dominação, ficam alijados da terra.
Direção Coletiva: Allison Rodrigues, Aretha Gallego, Isadora Aguiar, Nelson Pombo Jr.
Professores: Aretha Galego e Nelson Pombo Jr.
Duração: 11:55

O Caminho que Escolhi
Luzimar Lopes, o "BA" (B. Boying) foi integrante da extinta equipe de dança Cia NEW BH CITY BREAKER’S de Belo Horizonte; Dançarinos de rua que se destacaram nas décadas de 1980 e 1990 na defesa, no fortalecimento e difusão da cultura HIP HOP da cidade. Hoje BA atua como grafiteiro e mediador de conflitos, ministra aulas de grafite e Cultura HiP HOP para crianças, jovens e adultos. Seu objetivo principal é tentar amenizar os confrontos existentes na comunidade Cabana do Pai Tomás, zona oeste de Belo Horizonte.
 Centro Cultural Alto vera Cruz
Diretor: Maurício PC
Duração: 13 min


“Amores periféricos”

As diferenças são menores do que se imagina. Em tempos de discussão de gênero e sexualidade os amores existem em vários sentidos em diversas concepções. Seres amam, pensam e sentem. Viver é um ato político e amar é uma forma de resistência.
Direção Coletiva:  Rodrigo C. Michel Graça Lana, Natasha Vianna Nara Luisa Xavier e sua mãe Antonina, Nathanael Medeiros e Rafael Penchel D'Aparecida.
Professor: Filipe Chaves
Duração: 10:43


Serviço:

PROJETO HORIZONTES PERIFÉRICOS MOSTRA DE FILMES NO “CINE 104 MOSTRA: O CINEMA DE BH”
Data: 21 de abril (terça)
Horário: 20:30h
Local: Espaço Cultural CentoeQuatro
Endereço: Praça Rui Barbosa, Praça da Estação, nº. 104, Centro (entrada pela Avenida do Contorno)
Entrada Gratuita

Mais informações do projeto Horizontes Periféricos:

Comentários

Postagens mais visitadas